Francisco Coelho Gil

Vai em frente Orlando. Iniciei o curso de Medicina Dentária em 1998, ano de criação da OMD. Sou Médico Dentista há 15 anos e ao longo dos tempos fui observador atento da evolução da profissão na sua dimensão técnico científica mas também organizativa e sempre identifiquei em ti uma percepção ímpar dessa realidade. Presenciei regularmente a tua disponibilidade e sensibilidade para com os colegas mais novos e os seus problemas mas também testemunhei no dia-a-dia a tua capacidade de acolher as sugestões, ideias e a experiência dos colegas mais velhos; é essa tua virtude transgeracional que aplaudo.

A tua motivação e disponibilidade para levar a Medicina Dentária Portuguesa ao mundo dando-lhe visibilidade e credibilidade e sendo sempre um interlocutor ágil e eficaz na transposição para Portugal de inúmeras directivas, recomendações, pareceres, etc. A tua credibilidade internacional só pode ser valorizada e, mais do que justo, é imperativo reconhecer que esta tem sido posta ao serviço da Medicina Dentária Portuguesa.

É de elementar justiça considerar que os vários cargos para que foste nomeado nacional e internacionalmente ao longo dos anos contribuíram para esse prestígio da Medicina Dentária Portuguesa e permitiram aproximar e/ou integrar a nossa OMD , com carácter consultivo , nas mais variadas entidades decisórias.

Esse reconhecimento por parte das estruturas governamentais, de outras organizações profissionais e da sociedade civil em geral em muito se deve a ti, à tua persistência, determinação e dedicação à causa da Medicina Dentária Portuguesa. Pessoalmente Orlando, és exemplo de amizade, alegria, promotor de hábitos saudáveis e agregador de opiniões, no bom espírito democrático que tão bem te caracteriza. É indiscutível o papel fundamental que tens desempenhado e que espero continues a desempenhar na consolidação da nossa profissão; conheces os seus meandros como ninguém.

A nível interno, na OMD, retenho uma postura exemplar, séria e cordial para com os colegas dos Órgãos Sociais, funcionários, colaboradores externos, parceiros institucionais, etc.

Por tudo isto e muito mais que ficou por dizer tens o meu apoio incondicional; por todos estes argumentos factuais considero pertinente e fundamental que aceites este novo desafio. Orlando, meu caro amigo, vai em frente.

Médico dentista, cédula profissional nº 4759.